Blog Rede Magic

Quando devo utilizar lives na minha estratégia digital?

Desenho 3D de uma mulher segurando um celular com vários ícones de coração ao redor, no lado esquerdo a frase "Quando devo utilizar lives na minha estratégia digital?"

“Live” é uma transmissão de vídeo ao vivo na internet, geralmente feita pelas redes sociais. Uma pesquisa realizada pelo site de compartilhamento de vídeos Vimeo mostrou que 82% das pessoas preferem vídeos ao vivo de uma marca em vez de postagens.

Os dados revelam que as lives ocupam um lugar de cada vez mais destaque para os clientes e a pandemia fez o formato crescer ainda mais. Segundo o Business Insider, o Instagram registrou aumento de 70% na transmissão e consumo de lives, já o YouTube divulgou que as buscas por conteúdo ao vivo cresceram quase 5.000% no Brasil durante a quarentena. Outra pesquisa, realizada em abril de 2020 pela MindMiners, empresa de tecnologia especializada em questionários digitais, revelou que 76% dos participantes querem a continuidade das lives, mesmo após o fim da pandemia, e 38,8% tiveram curiosidade de consumir algum produto depois que viram uma propaganda em transmissões ao vivo.

As redes sociais e as transmissões ao vivo oferecem uma possibilidade nova de engajamento do consumidor. Seria praticamente impossível reunir 3 milhões de pessoas em um lugar, mas é esse o público de algumas lives.

mulher sentada na cama gravando com o celular com a ajuda de um tripé

As lives estão ressignificando a comunicação pois poupam tempo, nosso bem mais escasso. Você está acompanhando em tempo real o que acontece, mas na sua casa, sem precisar se locomover nem gastar dinheiro com ingressos.

Marcas podem aproveitar esse formato de conteúdo para criar uma conexão com os usuários, mostrar seus produtos, tirar dúvidas e receber feedbacks. Se os seguidores já têm o costume de interagir por meio de comentários e mensagens via inbox, essa é uma ótima oportunidade para incluir as lives em sua estratégia digital. A partir do momento que o público souber que você está olhando de volta, pode apostar, virão muitos comentários e perguntas durante a transmissão.

Não deixe de apostar nesse formato por receio de que haverá poucas pessoas durante a transmissão. Quando você faz uma live no Instagram, por exemplo, a plataforma coloca seu vídeo no topo do feed dos seus seguidores e em primeiro lugar entre os stories.

Segundo uma projeção realizada pela empresa de tecnologia Cisco, as transmissões ao vivo representarão 17% do tráfego de vídeo na internet até 2022. É mais um indício de como esse formato pode representar uma ótima estratégia para sua marca.

 

Leia também: Reels e a importância do conteúdo em vídeo

Pin It

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*