Blog Rede Magic

O Facebook conseguirá emplacar a Realidade Aumentada?

O Facebook conseguirá emplacar a Realidade Aumentada?

É sexta-feira, sua banda preferida toca na cidade e você conseguiu um lugar privilegiado na frente do palco. Lá, é possível ver o suor do vocalista escorrendo e os dedos do guitarrista, que deslizam ferozmente sobre as cordas. De repente, dá vontade de ir ao banheiro. Mas tudo bem, basta pausar o serviço de streaming e andar alguns passos até o próximo cômodo.

Conceito de realidade aumentada

Este é um exemplo do que a realidade aumentada (RA), tecnologia usada para trazer informações virtuais ao mundo real, pode fazer. Por meio dela, os usuários podem observar elementos tridimensionais como se estivessem na sua frente naquele momento. Segundo o portal Info, o grande diferencial é a interatividade, “pois os elementos virtuais acompanham o posicionamento e os movimentos dos objetos reais”.

Apesar de ser utilizada há algum tempo, principalmente em publicidade, atualmente não há nenhuma ferramenta de realidade aumentada neste nível. Contudo, diversas empresas já deram os primeiros passos para incorporar a tendência aos seus serviços. As fotos em 360º são um exemplo de como a RA pode ser positiva para divulgar produtos e aperfeiçoar a experiência dos consumidores. Em web sites de restaurantes elas já são populares, permitindo fazer um tour pelas mesas, recepção e buffet do local.

Imagem esférica

Facebook também quer fazer parte dessa tendência

Você provavelmente não vai se surpreender ao saber que o Facebook quer entrar na onda da realidade aumentada. A empresa já compreendeu que a forma de compartilhar conteúdo mudou. Enquanto mensagens de texto eram populares há cinco anos, hoje, três bilhões de vídeos são vistos diariamente na rede social, e virais e apps como o Dubsmash se tornam extremamente conhecidos em pouquíssimo tempo.

Além de verificar detalhes de um serviço, imagine se você pudesse conferir um evento de marketing digital que acontece do outro lado do mundo. Segundo Mark Zuckerberg, com 24 câmeras trabalhando em conjunto e muito investimento, isso será possível em um futuro breve.

A ideia da empresa é lançar uma ferramenta que funcione de forma semelhante aos vídeos em 360º lançados no YouTube e às conhecidas imagens do Google Street View. Porém, o grande trunfo da empresa será permitir que as pessoas movimentem a direção da imagem de acordo com o ângulo que preferirem. Ou seja, em um show, você poderá assistir direto do palco – na visão do artista – ou perto da galera do mosh, sem o risco de levar empurrões.

Vivencie o dia das pessoas

Apesar de não ser algo confirmado, o Facebook pode influenciar também a forma como você compartilha o seu cotidiano na timeline. Para entender melhor, é preciso voltar no tempo. Em 2014, a empresa comprou o Oculus Rift por U$ 2 bilhões, mas nunca explicou para que utilizaria o produto. Basicamente, o produto é um óculos de realidade aumentada, que contém uma tela de LCD com resolução de 640 x 800 pixels por olho.

Caso o dispositivo se popularize, as pessoas poderão postar um treino ao vivo da academia ou o ápice da bebedeira na balada. Para alguns usuários, isso parece invasivo demais, mas para quem tem amigos distantes provavelmente seria uma boa forma de ficar próximo.

Leia também: 10 filmes que os apaixonados por tecnologia não podem perder!

A Magic Web Design desenvolve, desde 1996, soluções completas para empresas de todo o Brasil nas áreas de internet e multimídia, com web sites, gerenciamento de mídias sociais, sistemas on-line, lojas virtuais (e-commerce), apresentações multimídia e diversos outros serviços. https://www.redemagic.com/

Pin It

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*