Blog Rede Magic

5 tendências que moldarão o futuro da criatividade e da tecnologia

Homem com óculos VR ao lado do texto Tendências que moldarão o futuro da criatividade e da tecnologia - MAGIC

Em um mundo em que tudo é conectado, a tecnologia, a criatividade e a inovação andam juntas. Apesar dos desafios que vivenciamos desde o último ano, os profissionais de marketing buscam enxergar as mudanças como oportunidade de redefinir paradigmas, imaginando de que maneira a criatividade conectada irá persistir daqui para frente. Nesse sentido, especialistas analisam cinco tendências que moldarão o futuro da tecnologia.

O relatório Brave New Normal: Dentsu Creative, emitido pela agência de publicidade global Dentsu, constatou tendências que devem guiar a criatividade e a tecnologia em 2021, visando assegurar a recuperação no momento pós-covid. A pesquisa também se baseou nos resultados da Isobar Creative Experience Survey 2020, que revelou que um em cada cinco diretores de marketing ajustou a sua abordagem no ano passado. De maneira geral, 64% dos profissionais de marketing mudaram “completamente ou moderadamente” sua estratégia de experiência devido à pandemia mundial.

Perspectivas como essas são essenciais para que empresas desenvolvam maneiras de navegar no novo cenário, aproveitando o potencial mercadológico futuro. Confira tendências apontadas pela Dentsu:

1 – Economia da experiência virtual

O aumento exponencial do consumo virtual é só o começo. Sem restrições relacionadas aos espaços físicos, existem muitos formatos e experiências imersivas para serem exploradas. Tecnologias permitirão novas possibilidades nos campos de jogos, entretenimento, educação e produtos digitais.

2 – Tecnologia para mais autenticidade

Ao mesmo tempo em que novas tecnologias se desenvolvem, especialistas observam um desejo dos usuários por mais simplicidade e autenticidade. Como se percebe no meio online, a sensação de pertencimento pode ser organizada em um novo modelo de negócio, que visa relacionamentos diretos entre criadores de conteúdo e comunidades do mesmo nicho.

3 – Menos contato físico, mais proximidade

Ao mesmo passo que o comércio tem menos contato físico, as lojas online se tornam mais sociais e próximas do consumidor. Nesse sentido, a tendência é que empreendimentos físicos pensem em novas maneiras de conexão com o público. Marcas têm adotado, por exemplo, estratégias para reafirmar o relacionamento com os clientes, personalizando a experiência de compra. Um exemplo são os vídeos ao vivo em plataformas de streaming.

4 – Eu, eu mesmo e a IA

Durante a pandemia, a saúde de cada um tornou-se de importância coletiva. Nesse sentido, o relatório da Dentsu prevê um futuro em que a inteligência artificial possa diagnosticar resfriados, automóveis identifiquem motoristas distraídos e bancos consigam rastrear a nossa pegada de carbono monitorando os pagamentos feitos em postos de gasolina. Com isso, podemos esperar tensões entre privacidade, bem-estar e interesse público.

5 – A urgência da aliança

Juntamente com a busca pelo bem-estar individual, aumenta a proporção de movimentos voltados a combater as desigualdades sociais e raciais, como o Black Lives Matter. Assim, torna-se uma urgência das marcas criar ações para reforçar o bem social. Dessa maneira, no futuro espera-se que mais empresas se aliem para conduzir uma mudança estrutural e sistêmica.

O relatório da Dentsu funciona como um norte para inovações no marketing digital, reforçando a importância de estratégias que unam criatividade e tecnologia para o crescimento dos negócios.

Leia mais: Sua privacidade online está em risco?

Pin It

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*